Mais Arquivos. maio 2019

Você é uma startup com a ambição de ser uma empresa internacional?

Há mais ou menos cinco anos, lançamos nossa incubadora de empresas, um projeto que tem como objetivo desenvolver e apoiar as ideias mais interessantes de negócios que ainda estão começando. E, como temo os recursos necessários para ajudá-los, buscamos propostas inovadoras e damos “asas” para essas startups voarem.

Um dos exemplos mais bem-sucedidos da nossa incubadora de empresas é a Polys, uma ideia lançada em 2017, sobre a qual já falamos anteriormente neste blog. É uma plataforma de votação eletrônica online baseada em blockchain que oferece segurança, anonimato: uma proteção perfeita contra hackers. E, o que é mais importante, é fácil de usar e adequada para todos os tipos de votação. Acredito firmemente que o futuro da votação é online e blockchain. Os partidos políticos russos, as associações estudantis e as organizações governamentais regionais já a usaram e temos certeza de que estamos apenas observando os primeiros passos dessa iniciativa da KL.

Já temos outro projeto na incubadora: a Verisium, uma plataforma de Internet das Coisas dedicada ao envolvimento do cliente e à autenticação de produtos. É especialmente útil na indústria da moda, pois ajuda a combater a falsificação de produtos de luxo e oferece às marcas a possibilidade de acompanhar os ciclos de vida dos produtos e entender como eles “vivem” e se comportam. A Verisium já lançou uma série de projetos em conjunto com marcas de design russas que incluem roupas, chips NFC e blockchain.

Fonte

Leia em:Você é uma startup com a ambição de ser uma empresa internacional?

Nossa nova tecnologia de emulação: o pior pesadelo dos malwares

Você já se perguntou por que os vírus de computador são conhecidos como vírus? Bem, a verdade é que hoje a palavra “vírus” é utilizada de forma um tanto imprecisa para se referir a quase “qualquer tipo de programa malicioso ou para descrever o dano que um programa gera em dispositivos”. A fonte dessa definição é a nossa enciclopédia.

No entanto (e ainda segundo nossa enciclopédia), “no sentido mais estrito … um vírus é definido como um código de programação que se replica e espalha” e se desenvolve a partir dele mesmo, como um vírus biológico, por exemplo, a gripe.

Leia em:Nossa nova tecnologia de emulação: o pior pesadelo dos malwares

Photostream do Flickr

Instagram