Arquivos de tag para “Russia”

Rock Steel ‘n’ Roll

Ok, você já viu como o aço é transformado a partir de barras vermelhas quentes em lâminas finas na Usina de Aço Novolipetsk. Próximo passo: a oficina de laminação a frio e revestimento de polímeros …

Os rolos da oficina quente são trazidos e desenrolados em correias transportadoras, depois são embaralhados aqui e submetidos a vários processos tecnológicos para aumentar a qualidade do aço, entre outras coisas.

 

Leia em:Rock Steel ‘n’ Roll

O lago dos cisnes

Apesar das condições totalmente não-estéreis dentro da fábrica de aço Novolipetsk, pelo lado de fora, não dá para mensurar o tamanho do complexo industrial nas proximidades. Para a empresa, ter responsabilidade pelo meio ambiente ao redor é uma premissa básica e levada muito a sério.

O cartaz acima diz: “Mais de US $ 1,1 bilhões investidos em ecologia em 15 anos. Lipetsk – a cidade produtora de metal mais limpa na Federação Russa”. E você provavelmente pode adivinhar o que as figuras nas nuvens significam: o nível de poluição do ar, Lipetsk com o nível mais baixo de 3.4.

Na verdade, alguns anos atrás, eles decidiram levar a poluição do ar sério por aqui e realmente cortar drasticamente as emissões – e parece que fizeram um bom trabalho. Por toda a área do complexo (dentro) as árvores têm aparência saudável e parecem em crescimento. Devido a aparência saudável da vegetação, um visitante da delegação estrangeira perguntou sobre os cedros: “Qual a frequência de substituição?! “Eles nunca foram substituídos ou plantados, eles cresceram por vontade própria.

Leia em:O lago dos cisnes

Photostream do Flickr

Instagram

Muito mais aço

Olá pessoal!

falei para vocês que a fábrica de aço de Novolipetsk é colossal, não é? Então, faz sentido que as fotos da minha visita não caibam em um post. Portanto, isso mesmo, aqui vai a parte dois!…

Muito bem. 15 milhões de toneladas de aço – isso dá quanto mesmo? Quero dizer, de uma forma que possamos compreender? Ok, lá vai minha tentativa de quantificação esclarecedora para as massas…

Sabe o bloco laranja brilhante na foto a seguir? Chama-se, veja só, uma placa, e pesa entre 25 e 35 toneladas. Dessa forma 15 milhões seriam…

slab-lipetsk-heavy-metal-1

…Aproximadamente 500.000 dessas placas. Meio milhão. Ainda não consegue imaginar? Tentarei de outra forma:

Um cubo de metal pesa por volta de 7,87 toneladas (o de aço pesa por volta de 7,85; que dá mais ou menos no mesmo. Para o propósito em questão a diferença é desprezível). Então, 15 milhões de toneladas serão por volta de 1,9 milhões de metros cúbicos, 100 metros de profundidade, e 200 metros de altura. Isso seria algo como um arranha-céu de 50 andares feito de aço sólido. Ou um cubo de 125x125x125. Começando a conseguir imaginar a dimensão?

Leia em:Muito mais aço

Insira seu endereço de e-mail para se inscrever no blog

Quanto aço?

Meninos e meninas, quantos de vocês já estiveram em uma fábrica de aço? Levantem as mãos…

Bem, eu não tinha estado em uma dessas ainda e sempre foi um sonho. Queria ver o processo inteiro, mesmo que a distância. Para ver como o minério é carregado e colocado na fornalha, ouvi-lo chiando ao derreter para virar metal líquido a milhares de graus celsius. Eu já conhecia um pouco do processo e da terminologia, mas nunca tinha visto na prática.

Como se vocês não tivessem percebido: finalmente tive a chance. Nosso cliente corporativo Novolipetsk Steel nos concedeu uma visita em Lipetsk.

Leia em:Quanto aço?

Industrial, óptico, teórico, expositivo

Estes são bons binóculos para o uso diário. É difícil prevê quando precisará ver algum objeto misterioso perto do horizonte ou descobrir o que acontece na entrada do seu prédio … ou talvez você precise deles, se você for ao teatro.

Eu não sou um especialista em binóculos. Mas ninguém precisa ser para usá-los. E os requisitos para considerar um bom par são simples. Não podem ser difíceis de ajustar, desfocar a imagem e se encaixarem mal aos olhos. Com esses, por sorte, não acontece nada parecido. As imagens são nítidas (Parece que as imagens estão ao alcance das mãos!). Quando você olha para algo a 10 metros de distância que parece estar bem em sua frente. Eles são de alta qualidade.

lytkarino-optics-factory-1

Fico pensando quanto eles custam e onde podemos compra-los.

Leia em:Industrial, óptico, teórico, expositivo

Esquiando em Sochi!

Ouvi falar muito bem de Sochi de maneira geral, com ênfase em Krasnaya Polyanain, ainda assim, nada supera ver por si mesmo.  Isso mesmo, por algum motivo, nunca tinha visitado Soichi. Ok, estive aqui rapidamente há dois anos para a Fórmula 1, mas só consegui ver o parque olímpico e a pista de corrida. 

Dessa vez, apesar da agenda de negócios tipicamente lotada, consegui fazer um pouco de turismo e uma trilha. Fiquei completamente abismado por o quão incrível Sochi é. Simplesmente não dava para acreditar que estava em uma cidade russa à beira do Mar Negro. Tudo de fato melhorou e se transformou!

Krasnaya Polyana também ganhou minha admiração com seu espaço, modernidade, brilho, embarcadouros e espaço para pedestres ao longo do rio.

Leia em:Esquiando em Sochi!

Motoqueiros brasileiros cruzando a Sibéria

No fim de julho, já estava mentalmente de férias em Altai. O clima estava quente, estávamos passando por aquela calmaria típica de feriados e férias. Contudo, em uma manhã dei de cara com uma mensagem de um dos nossos parceiros brasileiros na minha caixa de mensagem, cujo conteúdo contrastava completamente com o clima pacífico. No começo, até pensei que algo estava errado: talvez nossos parceiros brasileiros ficaram muito tempo debaixo do sol por conta das Olimpíadas?  Foi aí que li o e-mail pela segunda vez, pesquisei um pouco no Google e fiquei abismado.

Os fatos: dois brasileiros que não sabem uma única palavra de russo decidiram visitar a Rússia pela primeira vez. Ao longo de 21 dias, viajaram 10.000 quilômetros em suas motocicletas de St. Petersburgo até Vladivostok.

A mensagem explicava que os motoqueiros corajosos tinham voado de Vladivostok de volta para Moscou, e passariam mais dois dias em Moscou antes de irem para a casa. A mensagem era clara, e eu simplesmente não pude dispensar a chance de conhecer os dois, cumprimentá-los e perguntar sobre a aventura.

Conheço Rodrigo Dessaune, empresário da área de TI, romântico incorrigível e motoqueiro viajante de longas distâncias.

Image00001

No fim, o encontro foi muito mais que uma reunião, se tornando uma “entrevista”, comigo fazendo perguntas sobre os brasileiros aventureiros na Sibéria. Você pode ler a entrevista aqui embaixo, a história é fascinante! 

Leia em:Motoqueiros brasileiros cruzando a Sibéria