Arquivos de tag para “tecnologia”

Earth 2050: Visões do futuro, hoje

Pode ser que já tenha ouvido falar sobre a grande mudança que aconteceu em nossa empresa na semana passada. No entanto, mudanças assim não são novidades para nós! Desde que começamos, há 22 anos, não paramos de mudar, mudar, mudar – e sempre para melhor, naturalmente. Mudar basicamente se tornou nossa profissão! Eis o porquê…

Se não entendêssemos o desenvolvimento da tecnologia, isso dificilmente seria um bom presságio para o nosso futuro – e não estou falando sobre vendas. Neste caso, para início de conversa, talvez ninguém estivesse por aí para comprar nossos produtos.

Brincadeira. 🙂

Tenho certeza de que tudo vai ficar bem. A tecnologia está mudando o mundo para melhor. Claro, novas possibilidades trazem novos riscos, mas sempre foi assim.

Nosso trabalho é reconhecer os riscos, eliminá-los, e evitar que apareçam novamente. Caso contrário, as defesas estarão sempre um passo atrás dos ataques, que é o mesmo que não se defender. Em nossa indústria, é preciso ser capaz de antecipar o que os ciberparasitas pensam e criar armadilhas antecipadamente. Na verdade, esta capacidade foi o que sempre nos diferenciou de nossos concorrentes. Lembra do NotPetya – uma das epidemias globais mais infames dos últimos anos? Nós a detectamos proativamente, sem a necessidade de qualquer aviso.

Gostamos tanto dessa ideia – antecipar o futuro –, que decidimos lançar um projeto nas redes sociais com base nesse conceito: o Earth 2050.

O que é o Earth 2050? É uma plataforma de crowdsourcing (peço desculpas pelo jargão moderno) totalmente aberta para vislumbrar o futuro. Com isso, quero dizer que é um lugar onde qualquer pessoa – seja um ministro ou um gari – pode compartilhar sua visão sobre o que virá, escrevendo, pintando, desenhando ou como quiser. Ou então, se você não estiver particularmente interessado em clarividência, pode curtir e comentar as previsões da galera que está. Há algo para todos.

Então, por que essa abertura é tão importante?

O futuro é difícil de prever. Há grandes chances de que as tentativas de uma única pessoa acabem se mostrando equivocadas – compreensível e natural. Mas previsões sobre o futuro feitas por muitas pessoas – mesmo que apenas parcialmente corretas, e mesmo que tenham algo de incompletas ou contraditórias – resultam em uma precisão muito maior. É um pouco como o princípio do aprendizado de máquina. Quanto mais aprende uma máquina, melhor sua capacidade para realizar algo – neste caso, prever o futuro.

Até agora, cerca de uma centena de visionários publicaram quase 400 previsões no Earth 2050 – e há algumas interessantemente beeeem curiosas, devo dizer.

Leia em:Earth 2050: Visões do futuro, hoje

Você é uma startup com a ambição de ser uma empresa internacional?

Há mais ou menos cinco anos, lançamos nossa incubadora de empresas, um projeto que tem como objetivo desenvolver e apoiar as ideias mais interessantes de negócios que ainda estão começando. E, como temo os recursos necessários para ajudá-los, buscamos propostas inovadoras e damos “asas” para essas startups voarem.

Um dos exemplos mais bem-sucedidos da nossa incubadora de empresas é a Polys, uma ideia lançada em 2017, sobre a qual já falamos anteriormente neste blog. É uma plataforma de votação eletrônica online baseada em blockchain que oferece segurança, anonimato: uma proteção perfeita contra hackers. E, o que é mais importante, é fácil de usar e adequada para todos os tipos de votação. Acredito firmemente que o futuro da votação é online e blockchain. Os partidos políticos russos, as associações estudantis e as organizações governamentais regionais já a usaram e temos certeza de que estamos apenas observando os primeiros passos dessa iniciativa da KL.

Já temos outro projeto na incubadora: a Verisium, uma plataforma de Internet das Coisas dedicada ao envolvimento do cliente e à autenticação de produtos. É especialmente útil na indústria da moda, pois ajuda a combater a falsificação de produtos de luxo e oferece às marcas a possibilidade de acompanhar os ciclos de vida dos produtos e entender como eles “vivem” e se comportam. A Verisium já lançou uma série de projetos em conjunto com marcas de design russas que incluem roupas, chips NFC e blockchain.

Fonte

Leia em:Você é uma startup com a ambição de ser uma empresa internacional?

Photostream do Flickr

Instagram

+1 Serviço de Inteligência Empresarial: Apresento nosso novo Raio-X de ciberameaças!

Seres humanos são curiosos. Faz parte de sua natureza buscar respostas para os “porquês” e “comos” a respeito de tudo e qualquer coisa. Isso é duplamente verdade para cibersegurança: entender essas diversas questões acerca de ciberameaças tratam-se dos alicerces sobre os quais a cibersegurança é construída, ou seja, sobre os quais a Kaspersky Lab  se apoia.

A obtenção de respostas para nós reflete esmiuçar um ciberataque em suas partes constituintes, analisar tudo, e se necessário, desenvolver medidas protetivas específicas. É sempre mais interessante tomar essas iniciativas de maneira proativa, baseando-se em erros alheios ao invés de esperar até que sejamos o alvo.

Para lidar com esse desafio temos uma nova solução para empresas. Nessa coleção de ferramentas de ciberprecisão há treinamento de pessoal, serviços de inteligências de segurança capazes de levantar informações detalhadas sobre ataques descobertos, serviços de testes de penetração especializados, auditorias de apps, investigação de incidentes, e mais.

O “mais” aqui inclui nosso novo serviço – KTL (Kaspersky Threat Lookup) – o microscópio para dissecar objetos suspeitos e descobrir sua fonte e rastrear histórico de ciberataques, correlações multivariadas, e graus de perigo para infraestrutura corporativa. Um verdadeiro raio-X de ciberameaças.

Na verdade, todos os nossos usuários possuem a versão “lite” do serviço. O nível de segurança de um arquivo pode ser verificado com nossos produtos domésticos, porém clientes empresariais precisam de uma análise de ameaças mais profundas.

Para começo de conversa, o KTL pode ser usado para verificar arquivos, URLs, endereços de IP e domínios. Pode analisar objetos tendo em mente ataques específicos, bem como consideração de especificidades estatísticas e comportamentais, dados WHOIS/DNS, atributos de arquivos, download chains e outros.

Leia em:+1 Serviço de Inteligência Empresarial: Apresento nosso novo Raio-X de ciberameaças!

Insira seu endereço de e-mail para se inscrever no blog