Arquivos de tag para “evento”

Alto escalão da Infosec: de volta – pessoalmente – à SAS!

Preparem as trombetas, ouça o rufar de tambores, aplausos, vivas e  assobios! Eis duas novidades para você: uma é boa, a outra é… ainda melhor!

Primeiro: este ano teremos nossa 15ª conferência anual de cibersegurança – a Security Analyst Summit (SAS). Décima quinta?! Gente… o tempo voa!

Segundo: finalmente estamos de volta ao formato offline, também conhecido como presencial, cara a cara, olho no olho, como nos velhos tempos!

//Nos últimos anos, esta conferência e muitas outras foram online.

Nossa tradição de reunir anualmente os principais especialistas em cibersegurança, acadêmicos e empresários de todo o mundo em um local aconchegante e agradável começou em 2009. (Caramba… parece que foi ontem; já se passaram 14 anos!) Naquele tempo, tudo era muito menor em tamanho, mas ao longo dos anos cresceu de forma gradual para se tornar um dos principais eventos anuais no calendário global de eventos de segurança cibernética.

// Para aqueles que desejam rememorar como a SAS se desenvolveu ao longo dos anos, confira esta tag.

Este ano, o local aconchegante e agradável será Phuket, na Tailândia, onde a conferência acontecerá de 25 a 27 de outubro. Como sempre, apresentaremos, compartilharemos e discutiremos as últimas tendências em cibersegurança (incluindo ataques APT recentemente descobertos), realizações de ponta no campo da pesquisa e tecnologia.

Spoiler: o foco será nos seguintes tópicos:

  • Proteção de infraestructura industrial
  • Segurança ICS/OT
  • Ataques em cadeias de suprimentos e IdC;
  • Métodos para combater o ransomware e a darknet;
  • A inauguração do nosso novo curso de formação em engenharia reversa e Ghidra – apresentado pelo nosso GReAT.

E já anunciamos a chamada para os artigos! Se você deseja apresentar sua pesquisa ou solução inovadora, insira as respectivas informações no site

Então é isso, pessoal, a SAS 2023 está vindo com tudo. Vai ser ótimo, vai ser interessante, vai ser superinformativo, vai ser um super sucesso – como sempre!…

Vemos vocês em Phuket!

Pra encerrar, uma rápida retrospectiva em fotos da SAS…

Corona ou não: o sucesso da nossa primeira conferência online de parceiros

Temos uma tradição na K de ir à  banya con amigos todos os anos para organizar uma conferência para a qual convidamos nossos parceiros e colegas da indústria favoritos e mais valiosos. É um evento global para o qual as pessoas voam de todo o mundo, da América para a Austrália (ao contrário de nossas conferências regionais e funcionais de menor escala).

A tradição começou em 1999 (um ano de que me lembrava há não muito tempo) e durou 10 anos até que, em 2009, a dividimos em conferências regionais menores, pois as reuniões globais estavam ficando grandes demais. Assim nasceram as conferências independentes para: América, Europa, Oriente Médio e África, Ásia-Austrália e Rússia e estados vizinhos.

De volta à conferência global, a primeira foi realizada em Moscou. No ano seguinte, em São Petersburgo, depois no Chipre, depois em Barcelona, ​​Malta e assim por diante em outras cidades costeiras do Mediterrâneo. Então, subimos e fomos para o Caribe, Rio de Janeiro e outros lugares exóticos. Para mais informações sobre estes e outros encontros internacionais, clique aqui .

Alguns anos depois, a conferência mundial foi dividida por regiões, mas decidimos recuperá-la (sim, mantendo a divisão por regiões). Escolhemos o maior país do mundo como tema e cenário (bem, por que não?). Em 2017 decorreu em Moscou (onde, como já disse, foi realizada a primeira conferência global de parceiros em 1999); em 2018, em São Petersburgo , e em 2019, em Sochi . Curiosamente, há 20 anos, essas cidades não poderiam ter sediado eventos dessa magnitude, mas hoje eu recomendaria para todos os tipos.

O que nos traz a este ano …

Normalmente, nossas conferências internacionais tradicionais de parceiros reúnem de 100 a 150 distribuidores e parceiros. Este ano estávamos a planejar (outra tradição!) mudar de cenário e festejar no circuito de Valência. Infelizmente, 2020 é … 2020. Mesmo assim, uma quarentena tediosa e irritante não é razão para não comemorar nossa festa internacional. Acabamos de nos adaptar: agora está online, bem, ao contrário, é um híbrido. O plano original era convidar cerca de 100 pessoas de 35 países diferentes. O melhor? 1800 de cerca de 150 países! // “Não subestime o poder de um evento online global, Luke” 😊

Na agenda desta conferência global híbrida: meu conceito de ciberimunidade, como o mundo está passando da era dos plásticos para a era da cibersegurança, nosso ecossistema de parceiros e produtos, como nossa empresa resistiu à tempestade de corona e análises e previsões tradicionais dos ciberninjas da equipe GReAT no cenário de ameaças.

Leia em:Corona ou não: o sucesso da nossa primeira conferência online de parceiros

Flickr photostream

  • Beijing
  • Beijing
  • Beijing
  • Beijing

Instagram Photostream

Zen e a Arte de manter o contato com sócios

Justamente no momento em que as coisas pareciam estar no processo de retomada, uma segunda onda do vírus assola o mundo de novo. Em Moscou, as autoridades estão pressionando suavemente (pelo menos por agora) as empresas a manterem seus trabalhadores em casa, as escolas estão se preparando para voltar às aulas no Zoom novamente e nossa sede ainda está praticamente vazia (especialmente no âmbito de  P&D). Portanto, parece que não vamos sair dessa e que, quando o fizermos, continuaremos com máscaras e luvas, mantendo o distanciamento social e o apertar de mãos será substiuído por um simples aceno de cabeça, pelo menos no outono e inverno. Hmm: o que é melhor: COVID durante o verão ou durante o inverno? Complicado, certo? Bem, é melhor eu não me alongar nesse tópico porque é pouco produtivo.

“Um dia olharemos para 2020 e dificilmente acreditaremos no que aconteceu!” É provável. É mais, espero. Não?…

Ficamos surpresos com a rapidez  que o mundo inteiro “virou de cabeça para baixo” o e todos os terríveis efeitos na humanidade. Porém, como sempre sou daqueles que vêem o copo meio cheio em vez de meio vazio, hoje irei me concentrar em alguns dos aspectos positivos que surgiram durante a pandemia, pelo menos do ponto de vista de uma empresa como a nossa. Por exemplo, as novas habilidades e capacidades que tivemos que desenvolver enquanto trabalhamos em casa e com fronteiras fechadas sendo uma empresa internacional. Há sete meses ninguém voa para quase nenhum lugar, nossos escritórios estão quase vazios e não conseguimos realizar nossas conferências e jantares, nem interagir pessoalmente com nossos parceiros e clientes. Mesmo assim, a empresa segue forte e tão bem que, de fato, metas estão sendo superadas! Mas como? Te digo…

1. P&D. Praticamente todo mundo trabalha em casa! E trabalhando melhor do que antes, a julgar por (i) a introdução mais rápida de novos recursos em nossos produtos, (ii) a maior velocidade de retrabalho de código e (iii) a eficiência de nosso desenvolvimento, crescimento estimado de 15% . Opa! Basta dar uma olhada nos anúncios de nossos novos produtos, especialmente os de sistemas de controle industrial e empresarial. Alguns membros da equipe K (não muitos) estão de volta ao escritório, especialmente porque a ‘economia digital’ ainda não é totalmente digital – muitos formulários e documentos ainda precisam de assinaturas manuais, infelizmente. Caso contrário, todos seguiriam totalmente de casa!

2. Todos os especialistas da equipe GReAT  estão trabalhando remotamente, graças a nossa IA inteligência HuMachine , que detecta automaticamente 99,999% do malware que coletamos diariamente; isto é, muitos arquivos suspeitos que recebemos de todos os tipos de fontes diferentes, mas principalmente de nosso KSN baseado em nuvem; então, um grande obrigado a todos os nossos usuários que estão conectados à nossa infraestrutura de cloud! Com sua ajuda, colaboramos estreitamente com nossos usuários para criar soluções de cibersegurança realmente robustas frente aos ataques atuais. Além disso, fazemos isso constantemente, automaticamente e online.

A propósito: a cada dia nosso processamento é de literalmente milhões de arquivos (de todos os tipos, incluindo muito lixo), dos quais selecionamos cerca de 400.000 (quatrocentos mil!) novos programas maliciosos diariamente. Todos os dias! Ainda hoje! E dadas as condições de quarentena de um vírus biológico em todo o mundo, é um bom trabalho detectá-los, já que a maioria de nós passa muito mais tempo online do que há um ano.

3. Interação com sócios e clientes. Isso é o mais interessante. Com orgulho por nossa empresa e nossa equipe K, posso anunciar que conseguimos ver as oportunidades do período atual do coronavírus e a nosso favor! Não apenas aprendemos a trabalhar de forma eficaz com nossos parceiros e clientes online, mas conseguimos fazer esse trabalho ainda melhor do que antes. Assim, não apenas salvamos o mundo das ciberpandemias, mas também lutamos contra o mal.)

Agora fazemos quase tudo online: reuniões, debates, treinamentos, apresentações, incluindo instalação e manutenção remota de nossos produtos, inclusive nossa linha industrial. Eu poderia dizer que tivemos sucesso nesta área ou, como Tina Turner cantou uma vez, somos “simplesmente os melhores”, mas não vou: não quero atrair energia ruim para nossos sucessos online! E como um exemplo prático de nossa conectividade, deixe-me dizer algo sobre nossa conferência anual para distribuidores na Rússia e nos países de língua russa da União Soviética.

// Curta anedota: Nossa primeira conferência para distribuidores russos foi realizada em 2007 perto de Moscou. Desde então, as conferências têm “alçado novos voos” , ocorrendo em: Montenegro, Jordânia, Geórgia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Omã … Sempre foi ótimo e elas foram realizadas em ambientes divertidos e calorosos. Agora, é claro, não podemos visitar lugares tão ensolarados no exterior. Por isso decidimos realizar o evento em Moscou e transformá-lo em uma conferência “híbrida” online-offline (semelhante à que tivemos em setembro em Sochi).

Essa é a receita para preparar uma conferência de negócios (neste caso, para nossos distribuidores, mas pode ser usada para outras conferências e programas) no tempo do COVID-19. Ingredientes:

  • Um número mínimo de participantes fisicamente presentes.
  • O máximo de informações.
  • Trabalho em equipe.
  • Uma equipa técnica profissional (gravação, etc.) encarregada das emissões online.
  • Midori Kuma!

Objetivos:

  • Busque uma composição variável dos seus clientes. Convide um bom número online.
  • Transmitir a mensagem de que o trabalho remoto devido ao coronavírus não teve um impacto negativo no negócio, mas nos fez aprender a operar em novas condições e alcançar maior eficiência.
  • Envolvendo nossos parceiros e distribuidores com algo novo e útil que possa ajudá-los (a) a desenvolver seu próprio negócio e (b) fornecer a seus clientes serviços de melhor qualidade. Basicamente, como um “talk show” para uma audiência de massa.

Aí está: a receita do sucesso. Espera. Esqueci de uma coisa. Oh sim: fotos!

Leia em:Zen e a Arte de manter o contato com sócios

Analistas de segurança do mundo: uni-vos (remotamente)!

O mundo parece estar lentamente reabriando as fronteiras e descobrindo um novo normal – pelo menos um pouco, ao menos em alguns lugares. Até mesmo já vemos países autorizando a entrada de estrangeiros. Quem poderia imaginar?

Certamente, alguns setores retornarão as atividades mais lentamente que outros, como eventos em larga escala, shows e conferências (aqueles offline, onde as pessoas se reúnem em um hotel ou centro de conferências). Falando neste último, nossas conferências também foram afetadas por esse vírus do inferno. Elas passaram do offline para o online, e isso inclui nosso mega projeto, a Security Analyst Summit (SAS).

A SAS deste ano deveria ter sido realizada em abril, em uma das nossas cidades favoritas (também para outros eventos K), Barcelona. Todos os anos – exceto neste – ela acontece em algum lugar legal (na verdade, normalmente bastante quente :). Por exemplo, no passado ocorreu em Singapura e em Cancun, no México, em 2018. Nunca fizemos uma SAS em Barcelona, ​​pois achamos que talvez não seja “divertida” ou “exótica” o suficiente. Mas, como as pessoas continuaram sugerindo a cidade catalã como local, finalmente foi escolhida. Hoje, em maio, ainda não tivemos uma SAS em Barcelona, ​​já que os planos offiline tiveram de ser adiados. Mas de certa maneira, ainda tivemos nossa SAS de abril – só que no sofá de casa online! Medidas extraordinárias para tempos extraordinários. E o evento também foi extraordinário!

Leia em:Analistas de segurança do mundo: uni-vos (remotamente)!